Search
Close this search box.

Aumenta para 128 o número de mortes por dengue no Sul de Minas, aponta SES-MG

0
COMPARTILHAMENTOS
124
VISUALIZAÇÕES

O número de mortes por dengue no Sul de Minas chegou a 128, de acordo com a atualização mais recente da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), divulgada nesta segunda-feira (10). A região registrou 12 novos óbitos nesta semana: Alfenas com seis, Lavras com três, São Lourenço com dois e uma morte em Cruzília e Varginha cada.

📱Participe do Canal Portal Onda Sul no WhatsApp

Varginha lidera em óbitos

Varginha continua sendo a cidade com o maior número de mortes confirmadas pela doença na região, totalizando 19 óbitos. Alfenas está em segundo lugar com 18 mortes, seguida por Campos Gerais com 10. Outras cidades afetadas incluem Passos e São Lourenço, cada uma com 9 mortes, e Campo Belo com 5.

Queda nas mortes investigadas

Apesar do aumento de óbitos confirmados, o número de mortes em investigação tem diminuído nas últimas duas semanas, passando de 215 para 209.

Casos continuam em alta

O número de casos de dengue confirmados continua a crescer. Nesta semana, foram registradas mais 9.189 confirmações, um aumento de 6,1%, elevando o total de casos na região para 157.983. Varginha, novamente, lidera o aumento com 1.938 novos casos, seguida por Passos (1.155), Lavras (677) e Boa Esperança (644).

Casos por cidade

  • Varginha: 24.177
  • Passos: 10.597
  • Três Corações: 9.086
  • Boa Esperança: 5.967
  • Lavras: 5.841
  • Alfenas: 5.614
  • Campo Belo: 3.974
  • Itajubá: 3.650
  • São Gonçalo do Sapucaí: 3.553

Novas mortes por cidade

  • Alfenas: 6
  • Lavras: 3
  • São Lourenço: 2
  • Cruzília: 1
  • Varginha: 1

Novos casos por cidade

  • Varginha: 1.938
  • Passos: 1.155
  • Lavras: 677
  • Boa Esperança: 644
  • Alfenas: 513
  • Andradas: 349
  • Capetinga: 273
  • Poços de Caldas: 212

A situação continua crítica e exige medidas de controle e prevenção para evitar a propagação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

Fonte: G1

Receba as notícias através do grupo oficial do jornalismo da Onda Sul no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nossos administradores poderão fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. Clique no link –> https://chat.whatsapp.com/G42MsF9LiiPILoe68hzHB4

 

 

 

×