Search
Close this search box.

MP realiza primeiro ‘Café com o Judiciário’ em Passos

0
COMPARTILHAMENTOS
265
VISUALIZAÇÕES

O Ministério Público de Minas Gerais, por meio da 4ª Promotoria de Justiça da comarca de Passos, promoveu no último fim de semana o primeiro ‘Café com o Judiciário’. O encontro ocorreu no Fórum, onde as Promotorias de Justiça da comarca estão instaladas.

Participaram promotores de Justiça, juízes e defensores públicos parceiros no apoio à Filarmônica 14 de Maio – projeto social que oferece aulas gratuitas de música, principalmente às crianças e adolescentes, e que está sendo beneficiado com parte de verba resultante dos Acordos de Não Persecução Penal (ANPP). Participaram, também, integrantes da orquestra e servidores, estagiários e terceirizados das instituições envolvidas.

O encontro teve como objetivo marcar a prestação de contas da verba direcionada à Filarmônica 14 de Maio. Segundo o autor da iniciativa, promotor de Justiça Márcio Kakumoto, a destinação da verba só foi possível graças ao trabalho conjunto dos parceiros. “O ‘Café com o Judiciário’ busca, também, manter o compromisso do compartilhamento de experiências e do diálogo voltado a projetos e ações que beneficiem e acolham a sociedade”, afirmou.

Conforme explica Márcio Kakumoto, no segundo semestre de 2022, o integrante da banda do 12º Batalhão de Polícia Militar em Passos, sargento Leandro Eustáquio Lessa, sugeriu ao MPMG que avaliasse a possibilidade, de juntamente, com o Poder Judiciário, destinar verba à aquisição de novos instrumentos musicais para a ampliação da orquestra.

“Como os valores resultantes dos ANPPs, das suspensões de processos e das transações penais, frequentemente, vêm sendo revertidos em forma de pecúlio à sociedade, solicitamos ao sargento Leandro Lessa que apresentasse uma proposta, com justificativa. A proposta foi apresentada e aprovada”.

Além de Márcio Kakumoto, participaram do encontro os promotores de Justiça Antônio José de Oliveira, Warlen Henrique Macedo, Jorge Alexandre de Andrade Rodrigues, Cristina Bechara Kallas e Gláucia Vasques Maldonado de Jesus; os juízes Ademir Bernardes de Araújo Filho e Isadora de Castro Silva; e os defensores públicos Ana Paula Lopes de Freitas e Gustavo Araújo Teles.

Filarmônica 14 de Maio

A Filarmônica 14 de Maio é uma entidade social sem fins lucrativos, instalada em Passos. A orquestra oferece aulas de música gratuitas para mais de 70 alunos. Seu regente, o sargento Leandro Eustáquio Lessa, é bacharel em Música pela Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).

Com a criação da Filarmônica 14 de Maio, a cidade passou a contar com uma instituição inovadora, idealizada para preencher as lacunas culturais e sociais de toda a região, promovendo entretenimento à comunidade e formando plateias, com apresentações musicais de repertório variado.

Além de incentivar a frequência escolar, a disciplina e o respeito, mantendo os jovens afastados das situações de risco e de vulnerabilidade social, a Filarmônica 14 de Maio resgata uma das maiores tradições de Minas Gerais – as bandas de música, corporações que contribuem diretamente para fortalecer a cultura mineira.

Fonte: Clic Folha

×