Search
Close this search box.

Passos injetará R$ 5 milhões no serviço de água e esgoto Saae

0
COMPARTILHAMENTOS
343
VISUALIZAÇÕES

A Prefeitura de Passos (MG) prevê investimento de R$ 5 milhões na Estação Elevatória de Esgoto Bruto São Domingos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) do município. Com a estação, o Saae deve elevar a capacidade de tratamento de esgoto para cerca de 88%.

Segundo informações da autarquia, a estação deve custar R$ 5,72 milhões, sendo o restante oriundo de recursos da autarquia. A obra deve ser iniciada em 15 de janeiro de 2024, com prazo de entrega de 10 meses.

De acordo com o Saae, os R$ 5 milhões provenientes da prefeitura foram autorizados pela Câmara e o dinheiro será repassado ao Saae por meio de convênio de cooperação financeira, resultante do superavit financeiro apurado no balanço patrimonial do exercício financeiro de 2022. Os outros R$ 727,4 mil são recursos do Saae.

Nesta segunda-feira, 18, o prefeito Diego Oliveira e o diretor do Saae de Passos, Esmeraldo Pereira Santos, assinaram o contrato e a ordem de serviço para a obra com a empresa vencedora da licitação, HF Engenharia e Construção LTDA, com sede em Belo Horizonte.

Ainda segundo o Saae, Passos capta 100% do esgoto produzido na cidade e trata 68% do volume. A previsão é aumentar em 20% a capacidade de tratamento após a entrada em operação da nova estação elevatória.

“Com esta nova estação, nós conseguiremos tratar mais 20% de esgoto, o que somam 88%, restando 12%, que a intenção é conseguir recursos para fazer outra estação em breve. Pela Lei 14.026, que criou o Marco Regulatório do Saneamento, a previsão é de que os municípios universalizem o serviço de esgoto sanitário com 90% até o ano de 2033. Passos já está quase conseguindo chegar no indicado com nove anos de antecedência”, afirma Esmeraldo.

A nova estação deve captar esgoto de bairros que depositam em córrego. “Será importante para os bairros Casarão, Jardim Colégio de Passos, São Benedito, Novo Mundo e outros, [que] depositam o esgoto no córrego. O mesmo córrego que o Saae faz a captação. Por sorte a captação é mais acima. Porém, pensando na saúde da população e no meio ambiente, o tratamento é mais que necessário. Com esta obra, todo este esgoto será captado e levado para a estação de tratamento”, disse.

Segundo o Saae, nos últimos dois anos a prefeitura investiu R$ 30 milhões na autarquia. “Ao todo, em dois anos a prefeitura investiu R$ 180 milhões, dos quais R$ 30 milhões está sendo no Saae. Nossos secretários municipais dão show. Se não pegarmos o dinheiro do povo e investirmos no que é bom para a nossa população, não é administrar. Tudo tem acontecido de forma natural na nossa administração. Saneamento básico avançando anos. Há quase 60 anos os moradores da Vila São José não tinham esgotamento sanitário, agora têm. O Saae, com 63 anos sem uma sede, e no início de 2024 terá. Todas obras que dão orgulho”, afirmou Diego.

“É raridade uma autarquia municipal ter como meta a universalização do saneamento. Em Ibiraci a cidade tem zero por cento de esgoto tratado. Existe sentença e a Copasa não faz. Agora aqui acontecendo essa raridade. Fico feliz em saber que isso está acontecendo em nossa cidade”, disse o promotor de Justiça Antônio José de Oliveira.

Fonte: Folha da Manhã
Receba as notícias através do grupo oficial do jornalismo da Onda Sul no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nossos administradores poderão fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. Clique no link –> https://chat.whatsapp.com/G42MsF9LiiPILoe68hzHB4
Receba as notícias através do grupo oficial do jornalismo da Onda Sul no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nossos administradores poderão fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. Clique no link –> https://chat.whatsapp.com/G42MsF9LiiPILoe68hzHB4
×