Onda Sul FM

Tag: economia

Milhões de aposentados podem ter o pagamento bloqueado

Milhões de aposentados podem ter o pagamento bloqueado

4 - Destaque 2/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
O INSS vai suspender aposentadorias e pensões de segurados que estão há mais de 12 meses sem realizar a prova de vida. De acordo com o órgão mais de dois milhões de aposentados e pensionistas estão incluso nessa mudança no INSS. Caso não realizem essa prova o quanto antes terão seus direitos bloqueados. O bloqueio será feito ainda neste mês de março e a data prevista já é na próxima segunda-feira (25) e o dia 5 de abril. Segundo a Federação Brasileira dos Bancos, beneficiários que tiverem a aposentadoria e pensões bloqueadas não precisam desesperar com a provável suspensão já nessa segunda-feira. Eles poderão realizar a prova de vida a partir do dia previsto para a liberação do benefício em qualquer agência bancária da instituição onde o pagamento é feito.
De acordo com Aciv, inadimplência cai no Brasil. Varginha é destaque no Sul de Minas

De acordo com Aciv, inadimplência cai no Brasil. Varginha é destaque no Sul de Minas

5 - Região/MD, Cidades, Economia, Módulos, Notícias, Varginha/MG
A inadimplência caiu 29,88% na cidade de Varginha. Essa porcentagem é comparada ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Associação Comercial e Industrial (Aciv). Os dados da Aciv vão de encontro ao da Conferência Nacional dos Dirigentes Lojistas e também do SPC Brasil. De acordo com a pesquisa, o número de inadplentes no Brasil que conseguiram acertar as suas contas subiu para 11,5%  comparado ao mesmo período do último ano. O índice não fica positivo desde 2015. De acordo com a Aciv, por esse motivo, as intenções de compra por parte dos consumidores cresceu. O salto foi de 10,6 mil em fevereiro de 2018 para 12,7 em fevereiro de 2019, um crescimento de mais de 20%. “Já é um dado animador. A gente sabe que nem todos os seguimentos sentem isso da mesma forma, mas, em termos
Aneel afirma que taxa de energia reduzirá após pagamento de empréstimos

Aneel afirma que taxa de energia reduzirá após pagamento de empréstimos

9 - Gerais/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
A amortização de empréstimos contraídos em 2014 pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) junto a oito bancos possibilitará um impacto de redução média de 3,7% nas tarifas de energia que serão pagas em 2019 pelo consumidor brasileiro; e de 1,2% em 2020. Esses empréstimos foram feitos visando compensar as concessionárias de energia pelos prejuízos causados pela crise hídrica no setor. A redução foi anunciada hoje (20), em Brasília, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Isso foi possível a partir de negociações feitas desde novembro do ano passado, entre Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Ministério de Minas e Energia, Aneel e um pool de oito bancos. Os recursos a serem usados fazem parte de um fundo criado para compensar eventuais atrasos ou ca
Abate de suínos bate recorde com resultado de 2018

Abate de suínos bate recorde com resultado de 2018

9 - Gerais/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
Cerca de 44,2 milhões de suínos foram abatidos no Brasil no ano passado. O volume é recorde na série histórica da pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em 1997. De acordo com os dados divulgados hoje (14), houve crescimento de 3,4% em relação a 2017. O abate cresceu em 19 das 26 unidades da Federação pesquisadas. Houve aumento em locais como Mato Grosso do Sul (+296,4 mil cabeças), Rio Grande do Sul (+194,72 mil) e São Paulo (+181,64 mil). Santa Catarina manteve a liderança no abate de suínos em 2018, com 26,2% da participação nacional, seguida pelo Paraná (21%) e o Rio Grande do Sul (18,6%). O abate de bovinos também fechou 2018 com crescimento (3,4%). No total, foram abatidos 31,9 milhões de animais. Já o abate de frangos teve queda de 2,5% em
Centro de distribuição do Grupo Boticário deve ser instalado em Varginha

Centro de distribuição do Grupo Boticário deve ser instalado em Varginha

5 - Região/MD, Cidades, Economia, Módulos, Notícias, Varginha/MG
Nesta quarta-feira (13), foi anunciado pelo Grupo Boticário o lançamento de um novo centro de distribuição, agora em Varginha (MG). A previsão é que tudo esteja pronto já neste semestre. O armazém será instalado no Porto Seco do Sul de Minas e prevê empregar cerca de 250 pessoas. A princípio o local vai centralizar operações de distribuição de maquiagens e cremes. Somente em 2018, o faturamento do grupo formado pelas marcas "O Boticário", "Eudora", "Quem disse, Berenice?", "The Beauty Box", "Vult" e "Multi B" foi de R$ 13,2 bilhões. O crescimento foi de 7% em comparação com 2017. Para este ano, a previsão é de manter a mesma porcentagem. "A consistência do nosso modelo de negócios permite que a empresa cresça mesmo com imprevistos como os de 2018", explica Artur Grynbaum, presidente
Governo reajusta preço do café, trigo e laranja

Governo reajusta preço do café, trigo e laranja

9 - Gerais/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
O reajuste leva em consideração os custos variáveis de produção apurados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Os preços mínimos do café, trigo e laranja estão sendo reajustados entre 3,93% a 20,83%. O café arábica passou R$ 341,21/sc 60kg para R$ 362,53/sc 60kg, alta de 6,25%. Já o café conilon saiu de R$ 202,19/60kg para R$ 210,13/60kg, variação de 3,93. A laranja in natura, tipo Citrus sinensis, subiu de R$ 13,20/cx 40,8kg para R$ 15,95/cx 40,8kg, reajuste de 20,83%. O preço do trigo em grão em todos as regiões brasileiras teve variação de 12,16%. Por exemplo, o trigo tipo 1, melhorador, para os estados da região Sul, ficou em R$ 42,49/60kg. Antes era R$ 37,88. Os produtos fazem parte da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) para a safra 2019/2020. Os valor
Contratação de temporários pelo comércio subiu em 2019

Contratação de temporários pelo comércio subiu em 2019

9 - Gerais/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
Alta ocorreu apesar da criação de empregos desacelerar. Os contratos temporários para as vendas de fim de ano provocaram impacto positivo nas estatísticas de emprego. Mesmo com a queda de 56% na criação de postos formais de trabalho registrada em janeiro, o aproveitamento de trabalhadores temporários contratados pelo comércio no fim do ano passado subiu em 2019. Em janeiro, o comércio fechou 65.978 vagas, o que representou metade da desaceleração na criação de empregos com carteira assinada em relação ao mesmo mês do ano passado. O coordenador-geral de Estatísticas da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Mário Magalhães, ressaltou, entretanto, que a quantidade de trabalhadores temporários contratados saltou 61,5% no início de 2019. Em janeiro
Deputado Emidinho Madeira comenta cenário da cafeicultura no Brasil

Deputado Emidinho Madeira comenta cenário da cafeicultura no Brasil

9 - Gerais/MD, Cidades, Economia, Guaxupé/MG, Módulos, Notícias
O deputado federal Emidinho Madeira esteve presente na Feira de Máquina, Implementos e Insumos Agrícolas - Femagri 2019. Durante entrevista no evento, o parlamentar comentou sobre o cenário cafeicultor no país. Além disso, Emidinho reafirmou o compromisso com o setor agropecuário. Na entrevista, Emidinho teceu elogios à Cooxupé e o trabalho da cooperativa na região. Conforme ele, durante crises, a entidade se mostra muito importante para os produtores e população. "Eu gostaria de parabenizar a Cooxupé por essa feira tão grande e importante. Por trazer tecnologias e fornecer tantas oportunidades ao produtor de ter acesso a elas. Com todas as dificuldades do setor cafeeiro, da cadeia produtiva, a feira é muito importante. A vida toda teve crise. A cafeicultura sempre teve temos altos e
Economia brasileira teve crescimento de 1,1% no último ano, conforme relatório da FGV

Economia brasileira teve crescimento de 1,1% no último ano, conforme relatório da FGV

9 - Gerais/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu 1,1% em 2018. Os dados foram divulgados, nesta terça-feira (19), pela Fundação Getúlio Vargas. A taxa de expansão é a mesma verificada em 2017.A alta foi puxada principalmente pelos serviços, que aumentaram 1,3% no ano. Mas a indústria e a agropecuária também tiveram avanços, ainda que mais moderados, de 0,4% e 0,6%. Entre os serviços, aqueles que mais se destacaram no ano passado foram os imobiliários, o comércio e os transportes. Os serviços de informação foram os únicos que apresentaram queda. Já entre os segmentos da indústria, foram registradas altas na eletricidade, transformação e extração mineral. Por fim, a construção teve queda de 2,4%. Ainda segundo a FGV, sob a ótica da d
Varejo fechou 2018 com avanço nas vendas segundo IBGE

Varejo fechou 2018 com avanço nas vendas segundo IBGE

9 - Gerais/MD, Brasil, Cidades, Economia, Módulos, Notícias
No acumulado do ano, o maior impacto pela alta veio do setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo. As vendas no varejo do mercado brasileiro avançaram 2,3% em 2018. Os dados foram divulgados pelo IBGE na quarta-feira (13). O resultado é o melhor apresentado pelo Instituto desde 2013. Ainda assim, apesar do resultado expressivo, as duas altas seguidas, de 2,1% em 2017 e 2,3% em 2018, não foram suficientes para compensar as perdas de 2015 e 2016. O setor ainda está 7% abaixo do patamar em que operava em 2014. Ou seja, apesar do crescimento acumulado de 4,4% nos últimos dois anos, o setor ainda não se recuperou da queda de 10,3% sofrida anteriormente. Mesmo com o desempenho positivo registrado em dezembro, o setor ainda apresentou um recuo de 2,2%, n
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat