Search
Close this search box.

Prefeitura de Varginha intensifica monitoramento da febre amarela após morte de macaco

0
COMPARTILHAMENTOS
36
VISUALIZAÇÕES

A Prefeitura de Varginha, (MG), anunciou medidas intensificadas de vigilância contra a febre amarela após a descoberta de um macaco morto na região. O animal, encontrado no mês passado, só teve seu caso divulgado recentemente pelo município, gerando preocupações de saúde pública.

📱Participe do Canal Portal Onda Sul no WhatsApp

De acordo com a prefeitura, o corpo do macaco foi prontamente recolhido e submetido a um processo de conservação em nitrogênio líquido. Amostras foram enviadas para análise na Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte. A prefeitura aguarda os resultados para confirmar a causa da morte do animal, mas ainda não há uma previsão para o retorno dos resultados laboratoriais.

Em resposta à situação, equipes de saúde do município iniciaram visitas domiciliares para inspeção de cartões de vacinação. Pelo menos 75 cartões serão analisados, e aqueles que estiverem desatualizados ou que indicarem falta de imunização contra a febre amarela serão atualizados com a vacinação no local. A medida visa prevenir um possível surto da doença, que é transmitida por mosquitos e pode ser fatal.

O esforço para conter qualquer possível disseminação da febre amarela é parte de um protocolo de saúde pública, especialmente em regiões onde o vírus é considerado endêmico. A população local foi aconselhada a manter-se alerta e reportar qualquer avistamento de animais mortos às autoridades sanitárias.

Fonte: G1

Receba as notícias através do grupo oficial do jornalismo da Onda Sul no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nossos administradores poderão fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. Clique no link –> https://chat.whatsapp.com/G42MsF9LiiPILoe68hzHB4

×