Onda Sul FM

Tag: prejuizo

Posto de saúde leva prejuízo de mais de R$ 50 mil após furto e vandalismo

Posto de saúde leva prejuízo de mais de R$ 50 mil após furto e vandalismo

5 - Região/MD, Cidades, Divinópolis/MG, Módulos, Notícias, Saúde
Criminosos deixaram prejuízo de mais de R$ 50 mil após vandalismo e furto em um posto de saúde, no bairro Niterói, em Divinópolis, MG. Além do roubo, os bandidos ainda desligaram duas geladeiras. No entanto, nesses eletrodomésticos estava onde estavam guardadas vacinas como a de febre amarela, tríplice viral, HPV, dentre outras destinadas à região. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o crime ocorreu nesse último final de semana e só foi percebido na manhã desta segunda-feira (2), quando os funcionários chegaram para trabalhar e se depararam com a janela arrombada. A PM ainda informou que há indícios de que mais de uma pessoa participou da ação e que não é possível saber o dia certo que eles invadiram a área. Os envolvidos precisaram cerrar a grade para entrar no local e saír
Incêndio atinge plantação de eucalipto em Poços de Caldas

Incêndio atinge plantação de eucalipto em Poços de Caldas

7 - Poços de Caldas/MD, Cidade, Cidades, Módulos, Notícias, Poços de Caldas/MG
Um incêndio atingiu uma plantação de eucaliptos no bairro Bortolan, em Poços de Caldas, por volta das 22h desta terça-feira (24). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o local fica próximo a uma empresa de fabricação de resinas. Ainda conforme os militares, no depósito da empresa havia blocos de material plástico, como garrafas PET empilhadas, o que oferecia risco de propagação das chamas. A brigada de incêndio da empresa conseguiu controlar parte do fogo. Quando os bombeiros chegaram ao local, trabalharam para extinguir o incêndio de maior proporção que ainda não havia sido contido pela brigada da empresa. O combate às chamas durou cerca de duas horas. Além de água, foram utilizados abafadores. Ninguém se feriu.
Após incêndio, moradores contabilizam prejuízos em plantações de cana e milho em Passos

Após incêndio, moradores contabilizam prejuízos em plantações de cana e milho em Passos

5 - Região/MD, Cidades, Módulos, Notícias, Passos/MG, Regional
Um incêndio atingiu mais de 50 hectares com plantações de cana de açúcar e milho de uma usina nesta segunda-feira, 16, em Passos. O fogo começou às margens da MG-050 e atingiu áreas próximas e da Usina Itaiquara. Nesta terça-feira, moradores e produtores da região contabilizaram os prejuízos. A gerência da usina informou que o fogo começou às 11h. Foram registrados com cinco diferentes focos e a suspeita é que tenham sido propositais. As chamas foram controladas por funcionários da empresa. Foram gastos 6 caminhões pipa e três tratores para conter o incêndio. Por causa do incêndio, a firma chegou a suspender as atividades. Uma fazenda de criação de gado de corte foi cercada pelas chamas. Não deu tempo de levar os cerca de 300 animais para longe do fogo. Duas vacas morreram queimad
Suspeitos de furtar joias em 3 estados são presos em BH; Prejuízo é estimado em R$ 200 mil

Suspeitos de furtar joias em 3 estados são presos em BH; Prejuízo é estimado em R$ 200 mil

8 - Policial/MD, Belo Horizonte/MG, Cidades, Módulos, Notícias, Policial
Nesta quinta-feira, 5, a Polícia Civil deu detalhes das investigações que levaram à prisão de uma dupla suspeita de furtos a joalherias em Minas e em outros estados do país. A corporação estima que os prejuízos causados pelo casal, em dois meses, cheguem a quase R$ 200 mil. Adriana Yamamotto, de 47 anos, Yago Alkimim, de 24 anos, foram presos na última terça-feira, 3, em Belo Horizonte. Eles estavam prestes a embarcar em um ônibus clandestino para Montes Claros, no Norte de Minas. Com eles, a polícia encontrou R$ 7,5 mil, que teriam sido obtidos com a venda de anéis, uma corrente, além de celulares, óculos, perfumes e outros objetos que seriam furtados. O casal começou a ser investigado depois de um furto a uma joalheria em Poços de Caldas, no Sul de Minas, ocorrido em junho. Só n
Cemig lucra R$ 2,1 bilhões no segundo trimestre

Cemig lucra R$ 2,1 bilhões no segundo trimestre

9 - Gerais/MD, Cidades, Economia, Minas Gerais, Módulos, Notícias
Resultado da concessionária mineira de energia no segundo trimestre teve impacto de recursos oriundos de créditos tributários. Receita líquida de vendas teve aumento de 25%. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou nessa sexta-feira ter registrado lucro líquido de R$ 2,114 bilhões no segundo trimestre deste ano, ante prejuízo de R$ 10,8 milhões no mesmo período do ano passado, dado que foi reapresentado, como a empresa explica, de acordo com os novos padrões IFRS. O resultado teve impacto de receita de Créditos de PIS/Pasep e Cofins de R$ 1,438 bilhão e receitas financeiras de R$ 1,524 bilhão por atualização dos créditos de PIS/Pasep e Cofins sobre ICMS referente a um processo na Justiça. Resultado coloca a empresa na rota de privatização a partir do ajuste fiscal do estad
Prejuízos gerados pela formação de geada em lavouras de café no Sul de Minas estão sendo calculados

Prejuízos gerados pela formação de geada em lavouras de café no Sul de Minas estão sendo calculados

9 - Gerais/MD, Cidades, Economia, Módulos, Notícias, Sul de Minas
O frio do último fim de semana ocasiou em problemas para os cafeicultores e suas lavouras de café devido a formação da geada. Houve registro de geada em lavouras de pelo menos nove cidades do Sul de Minas. Em Nova Resende, por exemplo, os produtores acreditam que serão necessários pelo menos 2 anos para recuperar a lavoura. Além de Nova Resende, pelo menos outras oito cidades foram bastante atingidas pela geada. Muzambinho, Guaxupé, Monte Belo, São Pedro da União, Jacuí, Alterosa, Conceição da Aparecida, Carmo do Rio Claro entre outras. Os cafeicultores chamam esse tipo de geada de "geada capote", quando o topo da planta fica congelado e aí as folhas quando o sol sai, ficam bem escuras. Elas queimam, secam e acabam caindo. Com isso, o cafezal perde produtividade por cerca de duas saf
Criador perde 50 toneladas de peixes em Furnas. Causa pode ser esgoto sem tratamento

Criador perde 50 toneladas de peixes em Furnas. Causa pode ser esgoto sem tratamento

5 - Região/MD, Alfenas/MG, Cidades, Gerais, Módulos, Notícias
Tilápias criadas em tanques-rede foram encontradas mortas neste sábado, 11 na Represa de Furnas, em Alfenas-MG. Só um criador perdeu cerca de 50 toneladas de peixes. O piscicultor, Júlio César Vital disse que perderam sete anos de trabalho e “investimento. Eu não tenho nem palavras para falar, porque realmente é triste". Peixes nativos também morreram. "Grande mortalidade de peixes, tanto em pisciculturas quanto em peixes nativos aqui na nossa região. Justamente aqui no braço onde lança o efluente sem tratamento, a gente fala sem tratamento porque se estivesse sendo tratado não estava tendo mortalidade", disse a técnica e perita ambiental, Cristiane Mariana Novaes. No meio do lago, dá para se ter uma noção da proporção da mortandade de peixes. Cada um dos tanques têm cerca de 1,5
Cafeicultores se preocupam com qualidade dos grãos no Sul de Minas

Cafeicultores se preocupam com qualidade dos grãos no Sul de Minas

9 - Gerais/MD, Cidades, Economia, Módulos, Notícias, Sul de Minas
Os cafeicultores do Sul de Minas já colhem antecipadamente os grãos. Porém, a realidade nas lavouras não é muito animadora. Grãos secos, verdes e maduros são encontrados nos pés. A variação foi causada pelo clima, especialmente as chuvas, que vieram em momentos inesperados. Com uma lavoura nova, de 2 anos, os pés deram frutos pela primeira vez. Na semana passada teve início a colheita manual, antecipada. A princípio, era esperado começar os trabalhos daqui um mês. "Este ano a gente teve um período chuvoso mais extenso, o que ocasionou a maturação dos grãos, adiantou. Além disso, teve uma florada picada, que vai prejudicar um pouco na questão da qualidade", disse o produtor João Paulo Pinheiro. No momento, a colheita na propriedade se limita à safra mais nova, de sete mil pés. A ma
Greve deixa prejuízos no setor leiteiro

Greve deixa prejuízos no setor leiteiro

3 - Novidades Texto Pequeno/MD, Cidades, Economia, Módulos, Notícias, Passos/MG
Os reflexos da crise provocada pelos protestos dos caminhoneiros no final do mês de maio de 2018, ainda devem perdurar por bastante tempo, assegura dirigentes de cooperativas e associações de leite de Passos e região. Nem todos os setores têm um levantamento das perdas. Quem já fez essas contas mostra que o prejuízo será contabilizado na casa dos bilhões. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) calcula que produtores em geral devem levar de seis meses a um ano para se reestruturarem. Ao ser questionado o presidente da Aproleite (Associação dos Produtores de Leite do Sudoeste Mineiro), Marcelo Maldonado Cassoli, foi taxativo ao afirmar que infelizmente os reflexos do movimento dos caminhoneiros continuam sendo mantidos pelo setor leiteiro. Ele explica o atual retrato de
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA